Tristeza ou depressão?

Existe alguma confusão entre estes dois fenómenos … Vejamos!

Estar triste é um estado provocado por causas externas e em que, normalmente, a pessoa não se isola – até pelo contrario, muitas vezes pede ajuda. Este estado traduz-se em tristeza, choro,  desalento, angústia, saudade, mágoa, entre outros sentimentos.  Exemplos de acontecimentos que podem suscitar tristeza são o fim de uma relação, a morte de alguém querido, a perda de um emprego.

A depressão não necessita de um acontecimento externo para surgir. Traduz-se em dificuldades como sentir-se cansado sem motivo aparente, não conseguir concentrar-se, ter dificuldade em tomar decisões e em entender o que sente, sentir-se apático e sem interesse por coisa alguma, optando, normalmente, por se distanciar dos outros. Associam-se sentimentos de vazio, de auto-desvalorização, de fracasso, ausência de vontade de levar a cabo situações que anteriormente eram vividas como prazenteiras, irritabilidade. Igualmente podem existir alterações no sono (dormir pouco ou em demasia), no apetite (comer demais ou muito pouco). Muitas vezes, pessoas ansiosas e vidas super-ocupadas mascaram situações de depressão.

A psicologia clínica pode ajudar.

Contacte psicologia.www@gmail.com

 

Publicado por M. Conceição Viterbo

Natural da cidade do Porto. Profissionalmente, sou Psicóloga Clínica, Instrutora de Mindfulness, Hipnoterapeuta Clínica, Formadora e Consultora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: